Como plantar orquídeas no seu jardim

Sem votos

As orquídeas pertencem a uma das maiores famílias de plantas existentes. Existem orquídeas em diversas cores, formatos e tamanhos por todo o mundo, sendo inexistentes na Antártida e mais numerosas nas zonas tropicais. Fique a conhecer algumas dicas sobre como plantar orquídeas no seu jardim e quais os principais cuidados a ter com estas flores admiráveis!

Escolha bem o local do jardim onde irá colocar as orquídeas

A escolha do lugar onde irão ficar instaladas as orquídeas é muito importante para que elas se desenvolvam de forma perfeita e duradoura.

Escolha um local com alguma luminosidade mas que seja o mais abrigado possível da ação direta do sol. Prefira recantos abrigados do vento, pois ventos fortes podem danificar estas plantas delicadas.

As temperaturas ideais para as orquídeas situam-se um pouco acima dos 15 graus célsius, mas isso não implica que não devam ser colocadas à sombra, quando envasadas, e sempre que o calor se fizer sentir de forma mais intensa.

Selecione o género de orquídea que vai ter no seu jardim

Existem diversos géneros de orquídeas e cada um deles apresenta necessidades específicas no que diz respeito à humidade necessária, às regas e à luz.

Escolha o género de orquídea que melhor se adapta às condições do seu jardim. Se você é um iniciante na arte de cuidar de orquídeas então uma boa dica seria começar por uma das orquídeas mais simples de cuidar e mais comuns nos nossos jardins: a orquídea phalaneopsis, ou orquídea-mariposa como também é conhecida.

Outros géneros comuns são as orquídeas Cattleya e Paphiopedilum que se incluem no grupo de orquídeas mais cultivadas em jardim.

Muita atenção às regas

As orquídeas não suportam regas muito intensas, e não se dão bem em solos encharcados. Apalpe sempre o solo antes de regar, se estiver húmido não regue.

Aguarde até que o terreno em volta das orquídeas esteja quase seco para fazer uma nova rega. É importante que o composto que cerca estas plantas seque entre cada rega. Regar as suas orquídeas 2 ou 3 vezes por semana será o suficiente.

As melhores alturas para regar o jardim são o início da manhã, ou o final da tarde, quando o calor não se faz sentir e a evaporação de água é muito inferior. Se regar as suas orquídeas durante as horas de calor não só a terra secará mais depressa e tirará menos proveito da água, como as gotas de água que ficam nas pétalas da orquídea poderão aquecer com o sol e queimar a planta.

A importância do solo onde se plantam as orquídeas

As orquídeas devem ser plantadas em solo fértil, húmido mas com excelente drenagem.

É aconselhável utilizar fertilizantes, mas no composto e nunca junto à raiz da orquídea. Esta aplicação deve ser feita uma ou duas vezes por mês consoante o desenvolvimento da planta.

Evite plantar a orquídea diretamente na terra, prefira os substratos, mais nutritivos e com melhores condições para que as raízes se desenvolvam da melhor maneira. Pode empregar casca de pinheiro e fibra de coco para o plantio das suas orquídeas.

Onde plantar as orquídeas?

Regra geral a melhor forma de obter orquídeas bonitas no jardim é plantando-as em vasos e não diretamente na terra dos canteiros.

Como devem ser os vasos para o plantio das orquídeas? Simples vasos de barro comuns estão bem para as orquídeas, mas é essencial que tenham boa forma de escoar a água das regas. Um furo lateral é indispensável tanto para a devida eliminação das águas, como para arejar o solo.

Quais as opções para se plantarem as orquídeas?

Pode optar por pequenas sementes e de alguns pedaços de raiz de uma planta já desenvolvida. Também pode optar por uma muda de viveiro, ou por uma pequena porção de raiz cortada a uma planta maior.

Tenha em atenção que se plantar as suas orquídeas desde a semente elas levarão um período longo de tempo até florescerem, normalmente à volta de 2 anos no mínimo.

Se tiver pressa em ver as orquídeas florirem e embelezarem o seu jardim, então o melhor é escolher o sistema de mudas, ou de pedaços de raízes cortadas a uma planta-mãe. Não é que mesmo assim seja um processo rápido, mas certamente poupará bastante tempo.

De que forma as orquídeas se misturam na natureza?

As orquídeas são sempre uma boa escolha para embelezar qualquer tipo de jardim. Combinam bem com todas as demais flores e plantas, até pelas suas cores variadas e diferentes tamanhos e formatos Pode dizer-se que a orquídea nunca é uma planta enfadonha.

Contudo não espere que as orquídeas que cultivar no seu jardim se comportem como as orquídeas no seu estado natural. Você sabia que no seu habitat as orquídeas crescem sobre as árvores usando-as como apoio para chegar à luz? Por causa disso as orquídeas são conhecidas como plantas epífitas, o que não faz delas parasitas, pois não se alimentam diretamente da árvore hospedeira, apenas se nutrem com os materiais em decomposição caídos das árvores e próximos das raízes.

Nos jardins tudo é muito mais controlado e as orquídeas crescem ordeiramente em vasos, sem contudo perderem a graça e o encanto selvagem com que são dotadas.

Se você está entre as pessoas que quer de facto adquirir conhecimentos mais aprofundados sobre a cultura das orquídeas em jardim, pode pesquisar sobre o assunto em diversos sites especializados e grupos na Internet. Brevemente terá um jardim admirável e ricamente decorado com bonitas orquídeas em flor!

Sem votos