Como plantar brócolos no jardim

Média: 4.4 (18 votos)

Os brócolos são das hortaliças mais saudáveis e saborosas que podem ser encontradas num jardim. Saiba como plantar brócolos no jardim e adicione um dos vegetais mais ricos em nutrientes à sua mesa.

As diferentes variedades de brócolos

Os brócolos pertencem à espécie Brassica Oleracea e são muitos vezes apelidados de vegetais crucíferos da família Brassicaceae. Para plantar brócolos no seu jardim de vegetais, é necessário conhecer as diferentes variedades existentes no mercado. Algumas são do tipo ramoso, necessitam de ser rapidamente consumidas e são, por isso, colhidas várias vezes ao ano. Por outro lado, existem outras variedades de brócolos que são de cabeça única, têm apenas uma colheita num ano e garantem um maior tempo de consumo. Das variedades de brócolos mais importantes, destacam-se as seguintes:

Os brócolos de cabeça larga: Estes são os brócolos mais populares que podem ser encontrados num jardim. São caracterizados por terem cabeças largas, apresentam a cor cinzenta ou verde e são fáceis de serem produzidos. Possuem várias cabeças florais dispostas em formas de pequenas árvores e todas as partes do vegetal, folhas, flores e talos são comestíveis.

Os brócolos ramosos: Os brócolos ramosos são aqueles que apresentam as culturas mais importantes das hortaliças. Trata-se de um tipo de brócolos mais cerrado e pode ser recolhido ao longo de vários períodos. Esta é uma variedade que prefere um Inverno mais suave para o florescimento das suas folhas.

Os brócolos romanescos: É uma variedade de brócolos que apresenta uma cabeça de cor verde mais clara e é feita de pequenas espirais. É muito parecida com a couve-flor, mas um pouco mais flexível e pontiaguda. O sabor deste tipo de brócolos é especialmente delicioso e proporciona uma sopa divinal.

Os brócolos Raab: Esta é uma antiga variedade italiana que tem botões florais em folhas soltas. Trata-se de uma variedade de brócolos que cresce muito rapidamente e ostenta um sabor picante. Estes brócolos são muito utilizados no acompanhamento de fritos na cozinha italiana e asiática.

O melhor clima para o cultivo de brócolos

Os brócolos têm a capacidade de suportar as geadas matinais e a preferência pelas temperaturas diurnas em torno dos 10 e 20 graus centígrados, no entanto, algumas variedades não aguentam temperaturas superiores a 26 graus centígrados. Se vive numa área mais tropical, dirija-se a uma loja de plantas especializada para conhecer quais são as melhores variedades de brócolos para plantar no seu jardim. Saiba que o amadurecimento dos brócolos nos meses mais frios faz com que o seu sabor seja mais doce e agradável.

Quando deve plantar brócolos

A sua plantação depende das condições climatéricas da região onde vive, no entanto, a plantação das sementes de brócolos pode ser efetuada em dois períodos distintos:

No início ou no meio de Verão: pois as sementes demoram entre 4 a 6 semanas a estarem prontas para serem transplantadas e a muda de plantas deve ser realizada antes da chegada do Outono.

No início do Outono ou Inverno: pois assim obtém-se uma cultura antes de chegarem as altas temperaturas do Verão. Deve certificar-se que, no Inverno, os raios solares incidem diretamente sobre as sementes de brócolos durante um período de quatro horas, para que as suas folhas cresçam de uma forma natural.

Para que a plantação de brócolos seja um sucesso, estes precisam de atingir um bom tamanho de desenvolvimento e as suas folhas devem apresentar um crescimento forte e uniforme.

O cultivo de brócolos

No cultivo de brócolos, 8 a 10 plantas são suficientes para alimentar uma família média durante uma temporada, logo não semeie mais do que aquilo que é necessário. Dê um intervalo de 3 a 4 semanas entre plantações de modo a espaçar as produções e a esgotar os stocks de vegetais.

O semear dos brócolos e as mudanças de local

O semear dos brócolos deve ser realizado primeiramente em cestos ou tabuleiros e, mais tarde, devem ser mudados de local. Isso acontece porque as sementes são muito pequenas e redondas e, como tal, têm tendência a desaparecer se forem colocadas diretamente na terra. Por outro lado, se as sementes foram colocadas imediatamente no solo, poderão servir de pequeno-almoço para todo o tipo de lesmas e caramujos.

Num prazo máximo de 5 semanas, assim que as sementes tiverem entre 7 a 10 centímetros de altura ou folhas muito fortes e desenvolvidas, elas devem ser replantadas num canteiro do seu jardim. A mudança das sementes de brócolos para a terra deve situar-se a uma distância de 45 centímetros de outras plantações como, por exemplo, a do tomate e da alface; e 30 centímetros de outras variedades de brócolos. Deve ter em atenção que este é um vegetal que precisa de ser regado constantemente e, como tal, nunca deve ficar seco.

A preparação do solo antes da plantação de brócolos

Deve experimentar a rotação de culturas, como os brócolos com raiz ou deve saltar uma colheita pelo menos a cada 2 ou 3 anos. Se não tiver espaço no seu jardim, não há problema ao plantar brócolos na mesma área que da última vez, desde que a terra não tenha nenhuma doença, fungos, míldio, lagartas ou pulgões.

Apesar dos brócolos gostarem de ter uma produção ininterrupta, sem períodos prolongados de seca, também não gostam que as suas raízes tenham uma má drenagem e é por isso que devem crescer em montes largos de terra. Os brócolos preferem um solo rico em composto orgânico e aqui podem ser utilizados todo o tipo de fertilizantes orgânicos que garantam bons níveis de nitrogénio à terra.

Quando plantar brócolos deve colocar uma cobertura de raízes de plantas com terra, estrume ou palha na medida de 5 centímetros, pois isso vai ajudar a manter o solo fresco e húmido, fazendo com que esteja em perfeitas condições de plantação para os brócolos.

A colheita de brócolos

Apesar de ser da mesma família que o repolho, os brócolos crescem com cabeças de flor que são comestíveis. Ao cortar as cabeças dos brócolos, isso significa que nascerão outras mais pequenas e mais saborosas.

Quando a cabeça principal de um brócolo estiver compacta, escura e com cerca de 25 centímetros de largura, ela deve ser cortada (entre os 12 e os 20 centímetros) abaixo do tronco e um pouco acima de algumas folhas principais que se juntam ao caule. Se cortar as cabeças dos brócolos fora de tempo (quando as flores começam a ficar amarelas), o sabor torna-se menos fresco e agradável.

Deve cortar sempre as cabeças e as flores de um brócolo com uma faca bem afiada. Os cortes devem ser realizados no tronco dos brócolos e devem ser precisos e na diagonal para que a planta não recolha a água das chuvas e para que o caule não apodreça. Depois de recolher as cabeças dos brócolos desejadas, deve continuar a regar a planta para que nasçam novas folhas e flores, pois as plantas continuarão a produzir continuadamente durante um período aproximado de dois meses.

Do jardim para a mesa

Os brócolos que são cultivados no jardim são frescos, tenros e doces e são excelentes para serem consumidos crus. Trata-se de um ingrediente indispensável para uma salada, principalmente no Verão, e combina muito bem com o pepino e com a alface. Se pretender que os brócolos fiquem mais suaves, basta colocá-los em água quente e a ferver durante um período de dois minutos. Por outro lado, os brócolos cozidos também são uma delícia quando são temperados apenas com vinagre balsâmico. Esta forma de os preparar faz com que um prato fique muito mais completo em termos de apresentação e sabor.

Para manter os seus brócolos sempre frescos deve armazená-los nas gavetas dos vegetais do seu frigorífico ou colocá-los em sacos de plástico selados. Assim, os brócolos mantêm-se sempre frescos e com a máxima textura durante um período de sete dias.

Os brócolos trazem inúmeros benefícios à saúde e as suas qualidades nutricionais principais incluem fito nutrientes que ajudam a combater o cancro. Os brócolos são ricos em vitamina A, C, cálcio, luteína, zeaxantia e outros minerais como o ferro e o potássio, o que faz com que a plantação deste vegetal num jardim seja obrigatória.

Média: 4.4 (18 votos)