Como plantar batatas

Média: 3.9 (62 votos)

A batata, em conjunto com o trigo e o arroz, é um dos três alimentos mais importantes e completos da roda dos alimentos, sendo uma ótima fonte de energia. Conheça as principais variedades de batatas e saiba como plantá-las no seu jardim de vegetais. Desta forma conseguirá apreciar o sabor fresco e natural dos vegetais da sua horta.

A origem da batata

A batata tem o nome científico de Solanum tuberosum e é um tubérculo perene que, assim como os tomates e as beringelas, pertencem à família das Solanáceas. Trata-se de um vegetal originário da região dos Andes, na América, que é cultivado há mais de 7000 anos. A batata foi introduzida na Europa no século XVI, onde se disseminou por todo o mundo. Atualmente, os maiores produtores mundiais de batata são: China, Rússia, Índia, Ucrânia, Estados Unidos, Alemanha, Polónia, Bielorrússia, Países Baixos e França.

Batata de casca vermelha e batata de casca amarela

A batata, à semelhança da alface, distingue-se pelo seu tamanho, textura, mas também pela sua cor. Nesse sentido, a batata está dividida em duas variedades principais: a batata de casca vermelha e a batata de casca amarela.

Batata de casca vermelha

Asterix: tem uma polpa bastante amarela, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma oval-alongada de tamanho grande e com um elevado teor de matéria seca. É uma variedade que é muito suscetível ao ataque da phytophthora (um género de protista que ataca as plantas) nas folhas. É bastante utilizada como batata pré-frita congelada.

Bartina: apresenta uma polpa bastante amarela, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma redonda-alongada de tamanho grande e com um baixo teor de matéria seca. Possui boa resistência à maioria dos vírus, sendo moderadamente resistente ao ataque da phytophthora nas folhas. A sua produção requer um consumo imediato.

Désirée: mostra uma polpa amarela clara com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma oval-alongada de tamanho grande e com um bom teor de matéria seca. A sua produção exige um consumo imediato e é também muito utilizada no comércio da batata pré-frita congelada.

Kondor: tem uma polpa amarela clara, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma oval-alongada de tamanho muito grande e com um baixo teor de matéria seca. É uma variedade que resiste a diversos vírus, sendo moderadamente resistente ao ataque da phytophthora.

Raja: tem uma polpa bastante amarela, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento muito alto. Produz tubérculos de forma oval de tamanho grande e com um teor moderado de matéria seca. Possui resistência à maioria dos vírus, sendo suscetível ao ataque da phytophthora nas folhas. É muito utilizada como batatas pré-fritas de pacote.

Romano: apresenta uma polpa branca amarelada, com maturação semi-precoce a semi-tardia e tem um bom rendimento. Produz tubérculos de forma redonda-alongada de tamanho grande e com um teor baixo ou moderado de matéria seca. Oferece resistência a alguns vírus, mas é muito suscetível ao ataque da phytophthora nas folhas. A sua produção obriga a um consumo instantâneo.

Batata de casca amarela

Alaska: apresenta uma polpa amarela esbranquiçada, com maturidade precoce e alto rendimento e tem até 11 tubérculos por planta. É uma variedade adequada para climas mais quentes, especialmente mediterrânicos.

Aminca: tem uma polpa amarela clara, com maturação muito precoce e alto rendimento. Produz tubérculos de forma oval-alongada de tamanho grande e apresenta um teor moderado de matéria seca. É uma variedade muito utilizada na comercialização de batatas pré-fritas congeladas.

Baraka: mostra uma polpa amarela clara com maturação tardia e rendimento muito alto. Produz tubérculos de forma oval de tamanho muito grande e com um alto teor de matéria seca. Oferece uma enorme resistência à maioria dos vírus, mas é passível que as suas folhas sejam atacadas pela phytophthora. A sua produção é comum nas batatas pré-fritas congeladas.

Bintje: apresenta uma polpa amarela clara, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma oval-alongada de tamanho grande e com um bom teor de matéria seca. É muito suscetível ao ataque da phytophthora nas folhas. A sua produção destina-se a um consumo imediato e é também muito utilizada como batatas pré-fritas congeladas.

Escort: oferece uma polpa amarela clara, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma oval-alongada de tamanho grande e com um baixo teor de matéria seca. Tem uma boa resistência ao ataque da phytophthora nas folhas. Destina-se a ser rapidamente consumida e é muito utilizada como batata pré-frita congelada.

Frieslander: tem uma polpa bastante amarela, com maturação muito precoce e rendimento moderado. Produz tubérculos de forma oval de tamanho grande e com um baixo teor de matéria seca. Possui bastante resistência a diversos vírus, sendo suscetível ao ataque da phytophthora nas folhas.

Hermes: possui uma polpa bastante amarela, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma redonda-ovalada de tamanho muito grande e com um teor moderado de matéria seca. É suscetível ao ataque da phytophthora nas folhas, apesar de ter uma enorme resistência a inúmeros vírus.

Jaerla: tem uma polpa amarela clara com maturação precoce e rendimento alto. Produz tubérculos de forma redonda-ovalada de tamanho muito grande e com um teor baixo de matéria seca. É frágil ao ataque da phytophthora nas suas folhas.

Kennebec: apresenta uma polpa branca, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma redonda-ovalada de tamanho muito grande e com um bom teor de matéria seca. É bastante resistente ao ataque da phytophthora.

Monalisa: é uma variedade que foi criada na Holanda e que é muito cultivada na França e em Portugal. Apresenta uma polpa amarela clara, com maturação semi-tardia e rendimento muito alto. Produz tubérculos de forma oval-alongada de tamanho muito grande. As suas folhas são suscetíveis de serem atacadas pela phytophthora. A sua produção destina-se a um consumo instantâneo.

Picasso: tem uma polpa amarela clara, com maturação semi-precoce a semi-tardia e rendimento alto. Produz tubérculos de forma oval de tamanho muito grande e apresenta um teor moderado de matéria seca. A sua produção exige um rápido consumo.

Sinora: apresenta uma polpa amarela clara, com maturação precoce e rendimento alto. Produz tubérculos de forma redonda-ovalada de tamanho grande e com um bom teor de matéria seca. É uma variedade cujas folhas são suscetíveis de serem atacadas pela phytophthora. É bastante utilizada na produção de batatas pré-fritas congeladas.

Spunta: tem uma polpa amarela clara, com maturação semi-precoce e rendimento muito alto. Produz tubérculos de forma alongada de tamanho grande e com um teor moderado de matéria seca. Possui uma boa resistência a diversos vírus, no entanto, é muito suscetível ao ataque da phytophthora nas folhas. A frescura da sua produção obriga a um rápido consumo.

Melhor altura e clima para a plantação de batatas

A melhor altura para o cultivo de batatas está relacionada com o local onde se encontra. Por exemplo, no Brasil, a melhor época para a plantação de batatas vai de Agosto a Setembro/Outubro e na Europa, a plantação ocorre nos meses de Março a Maio. Esta situação acontece devido às temperaturas que se fazem sentir nos respetivos países. O melhor clima para a plantação de batatas é o temperado, cuja temperatura média não deve exceder os 20 graus centígrados.

Como plantar batatas no seu jardim

Para plantar batatas corretamente na sua horta ou jardim de vegetais, deve realizar os passos seguintes:

Adquirir as sementes de batatas diretamente de um viveiro

Para a plantação de batatas, podem ser utilizadas as batatas que estão à venda num supermercado, no entanto, a plantação por sementes permitir-lhe-á obter batatas mais saborosas. Como tal, deve deslocar-se a um viveiro ou loja de sementes para saber qual é o tipo de batata que melhor se vai adaptar ao seu jardim e adquirir as respetivas sementes.

Adubar a terra antes da plantação

Para que as batatas possam crescer de uma maneira saudável, a terra necessita de ser adubada com cerca de um mês de antecedência. Pode utilizar uma cobertura de raízes de plantas com terra, estrume ou palha, ou todo o tipo de fertilizantes orgânicos. Assim, a terra do seu jardim estará o mais fértil possível e terá todos os nutrientes necessários para que a plantação possa ser efetuada.

Colocar as sementes na terra

As sementes devem ser colocadas na terra de forma separada, com cerca de 30 centímetros de profundidade e devem estar cobertas com terra e estrume, palha ou composto.

Regar a terra com regularidade

Depois da plantação das sementes, deve regar a terra com alguma regularidade para que a batata se possa desenvolver. Em apenas algumas semanas, os resultados saltarão à vista, pois os brotos da batata começaram a crescer diretamente da terra.

O crescimento e amadurecimento das batatas

Ao contrário da cebola e até do limão, as batatas, não devem ficar expostas ao sol durante longos períodos de tempo, uma vez que isso prejudica gravemente a sua produção. À medida que as batatas forem crescendo, devem ser cobertas com terra e estrume, palha ou composto para que os tubérculos não fiquem ao sol. Este é um procedimento obrigatório, pois se os tubérculos apanharem sol em demasia, podem ficar verdes e tóxicos, o que pode estragar a respetiva plantação.

Quando colher as batatas

As batatas demoram aproximadamente entre 14 a 16 semanas a amadurecer e quando começam a ganhar flor é sinal que estão quase prontas a serem colhidas. Quando as plantas começam a ficar secas e amarelas, a colheita está pronta a ser realizada, pois os tubérculos alcançaram o seu desenvolvimento máximo.

Média: 3.9 (62 votos)