Como cultivar cebolas

Média: 4.1 (49 votos)

Nenhuma cozinha do mundo consegue viver sem cebolas e, como tal, o seu cultivo é fundamental para dar cor e sabor aos mais variados preparados culinários. Saiba como cultivar cebolas e faça com que os seus pratos sejam de comer e chorar por mais – ao contrário das cebolas.

A origem da cebola e as suas espécies principais

A cebola teve origem no centro da Ásia e no Médio Oriente e já é cultivada há mais de 5000 anos. O seu nome científico é Allium Cepa L e pertence à família das Liláceas. Atualmente, o cultivo de cebolas é dividido em duas espécies principais. São elas:

As cebolas de bolbos secos: são cebolas que variam de acordo com o tamanho, cor e aroma. Apresentam variedades distintas, uma vez que podem ser brancas, amarelas, roxas ou vermelhas e garantem um sabor mais doce aos cozinhados.

As cebolas de outros tipos: como por exemplo o alho porro, as chalotas, o alho e a cebolinha, que oferecem um gosto totalmente diferente do da cebola tradicional. Por outro lado, é de realçar que esta espécie de cebolas desempenha um papel muito importante na preparação das mais variadas refeições.

O melhor clima para o cultivo das cebolas

As cebolas são vegetais resistentes não só na sua aparência, mas também ao longo do seu crescimento, pois, apesar de serem consideradas um vegetal que se dá melhor no Inverno, conseguem resistir a qualquer tipo de temperaturas. As melhores temperaturas para o cultivo das cebolas são entre os 13 e os 25 graus centígrados. Numa fase preparatória, o tempo fresco ajuda a produzir bolbos de maior qualidade e, com o aumento das temperaturas, as cebolas acabam por atingir a sua plenitude. Em pleno crescimento, as cebolas, à semelhança dos limões, necessitam de uma exposição diária solar de aproximadamente 6 horas, para que os seus bulbos fiquem secos e saborosos.

Melhor altura para plantar cebolas

O semear e o plantar das cebolas nas épocas das geadas deve ser evitado, para que possam crescer sem contratempos ou retrocessos. A plantação de cebolas tem melhores resultados depois da queda das geadas e orvalhadas matinais (estas queimam as plantas), o que significa que o seu crescimento efetuar-se-á em pleno Verão e a sua colheita antes do Outono. Em áreas quentes e suaves pode plantar as cebolas no Verão e depois colhê-las antes da chegada do Inverno.

No entanto, os diferentes tipos de cebolas determinam a época em que estas devem ser plantadas. Deve deslocar-se a uma loja da especialidade para adquirir as sementes que melhor se adaptam ao seu jardim e às condições atmosféricas que se fazem sentir na sua localidade.

Tenha em atenção que os bolbos das cebolas começam-se a formar quando estas passam um determinado número de horas ao sol e, como tal, a escolha do tipo de cebola deve ter este facto em consideração.

A plantação de cebolas

Existem várias formas de plantar e cultivar cebolas, mas isso depende dos resultados que queira obter, da sua dedicação e tempo disponível. Pode plantar cebolas na sua horta, através das hipóteses seguintes:

Sementeira: inicialmente podem ser utilizadas sementes orgânicas e estas podem ser cultivadas num tabuleiro ou numa estufa (utilizando uma lâmpada de calor). Elas demoram cerca de duas semanas a germinar e para isso a temperatura da terra deve situar-se à volta de 10 graus centígrados. Mais tarde, terá de transplantar as sementes para o exterior e deverá colocá-las a uma profundidade de 2,5 centímetros e em fileiras duplas de 50 centímetros. Depois, terá de aguardar um período máximo de 5 meses para que os bolbos das cebolas fiquem maduros, antes de a colheita ser realizada.

Mudas: as mudas podem ser adquiridas numa loja especializada e isso permite-lhe poupar muito tempo e trabalho no cultivo das cebolas, na medida em que só tem de as colocar na terra (devidamente fertilizada) e aguardar que elas floresçam.

Conjuntos de cebolas: são bolbos de tamanho pequeno que devem ser plantados a uma distância de 15 centímetros entre eles. Este é o método de cultivo mais difícil e dispendioso, mas é também o que produz a cebola de uma maneira mais rápida.

A preparação do solo

As cebolas têm raízes suaves e por isso não se dão bem em solos secos e pesados. O solo tem de estar bem drenado e com um pH de 6 a 6,8 para que o crescimento das cebolas se efetue com normalidade. Deve utilizar fertilizantes orgânicos para que a terra fique o mais fértil possível e para impedir o aparecimento de ervas daninhas. Deve ter em atenção que as cebolas precisam de uma humidade uniforme ao longo da sua plantação, para que os bolbos tenham todos os nutrientes necessários.

A colheita e o armazenamento de cebolas

Quando as cebolas se apresentam ligeiramente fora do solo e têm folhas com uma cor amarelada (cerca de 50%), isso significa que estão prontas a serem colhidas.

Para um armazenamento longo, os topos da cebola devem ser arrancados manualmente para acelerar a secagem do pescoço antes da respetiva colheita. A parte de trás de um ancinho é a ferramenta ideal para fazer esse trabalho. Pelo menos 50% dos topos de cebola devem ser arrancados antes da colheita e do armazenamento. As cebolas podem ser deixadas ao ar livre e expostas à luz solar por alguns dias, de modo a secar os topos e o seu pescoço. No entanto, este é um passo que não deve ser efetuado nas áreas de sol em brasa, pois o bolbo da cebola pode ficar danificado ao entrar em contacto direto com os raios solares. Nestas situações, é preferível escolher um local com sombra, mas arejado.

Deve ter em atenção que as cebolas devem estar completamente secas, uma vez que a humidade é o inimigo principal da saúde das cebolas armazenadas. Caso não estejam completamente secas, é provável que surjam doenças e podridões fúngicas.

As cebolas devem ser sempre armazenadas num local fresco, seco e arejado, de preferência em tabuleiros planos ou prateleiras; também podem ficar penduradas em trança ou em sacos de malha.

A importância da cura das cebolas

Antes de armazenar cebolas, um processo de cura tem de ser efetuado. O objetivo principal deste processo passa por garantir a secagem e a dormência das cebolas. Depois de colhidas, as cebolas devem ser curadas e isso só acontece quando se encontram expostas a temperaturas de 35 graus centígrados e a uma humidade relativa do ar de 50%.

As vantagens do uso das cebolas

A cebola é um dos vegetais cuja presença numa horta ou jardim de vegetais é obrigatória. Ela é muito importante na alimentação, dado que é utilizada como condimento regular em praticamente todas as escolas gastronómicas contemporâneas, variando apenas a quantidade e a regularidade do seu uso. Trata-se de um dos alimentos mais importantes numa cozinha, pois está presente em quase todos os refogados, estufados, assados, cozidos e sopas. No Verão é também muito utilizada nas saladas e combina muito bem com o pepino, a alface e o tomate.

De acordo com os nutricionistas as cebolas são ricas em enxofre, vitaminas B e C e também em minerais. Por outro lado, o seu consumo ajuda a prevenir vários tipos de cancro, protege contra várias doenças cardiovasculares e inibe a ação de fungos e bactérias.

Média: 4.1 (49 votos)