Como criar uma horta dentro de casa

Média: 5 (1 votos)

A criação de uma horta dentro de casa está na moda! Com um orçamento não muito elevado, é possível criar-se um espaço dedicado à agricultura doméstica e com isso preparar as melhores refeições caseiras e poupar algum dinheiro nas compras do supermercado.
A escolha de ervas aromáticas, frutos e vegetais não é muito alargada, mas com um pouco de imaginação e bricolage é possível criar-se um espaço especifico para as suas plantações que serão certamente úteis para a culinária do dia-a-dia ou até para algumas ocasiões especiais. Fique a conhecer algumas dicas para criar uma horta dentro de casa, seja naquele cantinho da cozinha ou até mesmo na varanda.

Escolha o espaço adequado

Para que a sua horta tenha sucesso, é necessário que seja feita com as condições necessárias. Não se esqueça de que as plantas precisam de sol, água e solo adequado. Algumas plantas necessitarão de ser movidas para o exterior para que apanhem sol diretamente, pelo que as janelas com um peitoril generoso ou uma varanda são uma grande ajuda.

Escolha o que pretende plantar

A maior parte das pessoas opta pelo básico: um pouco de cada erva aromática que possa ser criada em casa. Algumas opções incluem orégãos, hortelã, salsa, alecrim e tomilho. Poderá também optar por tomateiros, morangueiros, cenouras, beterrabas, rabanetes, espinafres, cebolinho, alface, abóboras e pepinos. Tenha em conta que algumas plantas vêm já em vasos, mas poderá, na altura adequada, transplantá-las para os vasos que pretende usar.

Escolha o tipo de vasos

Neste ponto poderá dar asas à imaginação. Não é necessário ser um vaso comum para cada planta. Poderá optar por vasos grandes ou por vasos improvisados, como frascos de diversos tamanhos, canecas ou chávenas velhas ou partidas, garrafas de plástico, caixas de madeira ou as latas de feijão.

Investigue

Antes de se dedicar à agricultura propriamente dita, certifique-se de que sabe o que deve plantar na horta. É preciso ter noção das suas necessidades em relação ao sol (luz direta, luz natural ou sombra), necessidades de rega (quando deve regar) e se pode ser plantada em grupo (e quanto espaço deve deixar entre elas) ou, pelo contrário, deverá ser plantada isoladamente num vaso separado das outras plantas. Deverá, inclusivamente, pesquisar o tipo de solo para cada planta, entre outros cuidados específicos.

Escolha o método de irrigação

Poderá optar pelo convencional regador ou, quem sabe, fazer um pequeno sistema de rega a conta-gotas para que a rega seja mais fácil e as plantas sejam regadas mesmo quando se esquece de o fazer.

Escolha como identificar cada planta

Poderá optar por vasos de ardósia para escrever o nome da planta, usar placas de identificação, molas da roupa com o nome escrito, entre outras opções criativas.

Prepare e plante

Chegou a hora de comprar ou preparar tudo o que é necessário para a sua horta interior. Terra, vasos, sementes, sistema de rega, iluminação especial (caso necessário) e todos os utensílios de jardinagem necessários para o sucesso da respetiva horta. Neste ponto já deverá saber o que plantar, quando plantar, quando colher e os cuidados que as plantas exigem. Existem cuidados necessários que não deverão ser postos de parte. Não parta para a sua horta urbana sem estar preparado.

Depois de construir a sua horta, cuide dela de acordo com as necessidades de cada planta. Não deverá falhar nunca sob pena da planta secar ou ser demasiado regada e morrer. Terá de ter atenção para o aparecimento de pragas que danifiquem as plantas, ervas ou vegetais. Pode parecer complicado, mas depois de montar a sua horta e depois de se habituar a cuidar dela, vai ver que o esforço valerá a pena. Já se imaginou a comer cenouras biológicas da sua própria horta? Então, coloque mãos à obra!

Média: 5 (1 votos)